TV CONSUMIDOR TVU ONLINE FEDC - RS NOTÍCIAS RECOMENDAMOS QUEM SOMOS CONTATO  
Cumpra-se o Combinado
   
     
 


08/10/2017

Cumpra-se o Combinado
Artigo de Vitor Augusto Koch Presidente da FCDL-RS

A comunidade empresarial gaúcha reconhece que o governador, José Ivo Sartori, recebeu a chefia do Executivo Estadual com as contas públicas em situação falimentar.

Apoiamos e continuamos a incentivar muitas de suas medidas no sentido de reduzir o custo da administração pública e encerrar ou vender atividades estatais deficitárias que não se relacionam diretamente com atividades de governo, como é o caso de artes gráficas (CORAG), geração de energia elétrica (CEEE), dentre outras.

Entretanto, sempre fomos e continuaremos sendo contrários a resolver os problemas de gestão da máquina pública com aumento de impostos, mesmo que emergenciais.

No final de 2015, com as vendas e a produção gaúcha em queda livre, nos posicionamos contrariamente ao aumento do ICMS, proposto pelo governo estadual.

Impostos servem para melhorar a vida do cidadão; e não para cobrir rombos de administrações públicas historicamente perdulárias.

Fato desagradável é de que tal tipo de prática acabou virando praxe.

A maioria dos parlamentares - tanto federais quanto estaduais - quando o assunto é aumento de impostos, acaba contrariando o interesse de seus eleitores e tirando renda de quem trabalha e produz, beneficiando uma máquina pública que acaba absorvendo os recursos adicionais com mais gastos desfocados das reais necessidades da população.

Por conta disto e também em função de estar comprovado que impostos elevados são inimigos da geração de riqueza estruturada – até no setor público – é que nos colocamos contrários à intenção do governo do Rio Grande do Sul em manter o ICMS mais elevado, além do prazo anteriormente definido e que terminaria no final do próximo ano.

Temos o maior respeito e admiração pelo Governador José Ivo Sartori. E também a certeza de que o Chefe do Executivo gaúcho compreende o nosso ponto de vista.

Sugerimos, enquanto ainda há tempo hábil, que se amplie o debate de manutenção do aumento tributário para além do Palácio Piratini e Assembleia Legislativa.

Pensando junto com a sociedade efetivamente engajada em construir um futuro melhor para o nosso Estado, acharemos soluções criativas e melhores para a revitalização da administração pública e que não envolvam pagar mais impostos.

Vitor Augusto Koch Presidente FCDL-RS

Fonte: Vitor Augusto Koch
Autor: O autor
Revisão e edição: de responsabilidade da fonte

Imprimir Enviar link

   
 
   
 
Comentários
 0 comentários


   
       
     



     
   
     
   
     
 







































 
     
   
     
 
 
 
     
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   
 
 
       
Rua Dr. Flores n. 263, conjunto 1101
CEP: 90020-122 - Porto Alegre/RS
+55 (51) 3321.3535 / 9997.3535
appel@consumidorrs.com.br